[7 EM 7] IMAGENS QUE MARCARAM NOSSO DÉCIMO MÊS DE VIAGEM!

Doi Suthep - Chian Mai - Foto aérea com Drone

O início do mês de setembro foi bem sossegado até que eu decidi por fazer um curso de meditação budista. Em seguida, recebemos nossa amiga Verônica que veio de férias lá da nossa terrinha, São Luís do Maranhão, em nossos últimos dias pela Ásia. Vistamos novos e antigos lugares que já havíamos caído por amor anteriormente e teve reencontro com nossos grandes amigos Carol e Gairo na Europa. Veja como foi nosso último mês através de 7 fotos desses últimos 30 dias!

#1 Curso de meditação budista

Em toda a Tailândia é muito comum cursos de meditação budistas e resolvi ter essa experiência. Primeiro porque sou muito curioso e gosto de vivenciar e ter novos conhecimentos. Além disso, porque no Brasil tem-se escutado muito sobre os benefícios da prática da meditação. Escrevi um relato da experiência nesse link aqui.

Curso de meditação em Chiang Mai
Curso de meditação no templo Doi Suthep em Chiang Mai

#2 Elephant Nature Park

Uma atração muito divulgada na Tailândia e principalmente em Chiang Mai são as visitas aos santuários dos elefantes. Quem conhece e lê sobre o assunto antes de viajar para Tailândia, vai se deparar com questões beeem polêmicas em relação aos elefantes.

No próprio Trip Advisor você irá ver muitos relatos de maus tratos aos elefantes, principalmente nos locais que são permitidos subir no elefante. Para que os elefantes obedeçam às ordens dos treinadores, eles são açoitados, feridos com prego e acorrentados. Muitos ficam com lesões permanentes por serem submetidos diariamente a andar por longos períodos.

O local que encontramos que possuía as melhores indicações de bom trato é o Elephant Nature Park. Ele também é o mais caro dentre os passeios com elefante (média de 2.500 baht – aproximadamente 250 reais) e o que possui agenda mais lotada. Reserve com 2-3 meses de antecedência.

Elephant Nature Park em Chiang Mai
Verônica e Joyce cuidando dos Elefantes no Elephant Nature Park

#3 Amigos são irmãos que escolhemos

Voltamos para Tailândia no final do mês de agosto e chegamos juntos com a família do Daniel, Patrícia e Lucas que estavam se preparando para uma temporada no país. Compartilhamos vários excelentes momentos nesses 30 dias: almoço, jantar, partida de tênis, piscina, reggae, muay thai e muita troca de experiência e conhecimento. Família, muito obrigado por todos esses momentos.

Em nosso último dia por Chiang Mai, també conhecemos a Thays Ellero, mais uma viajante “solitária” que cruzou com a família Pamda. Aproveitamos também para alimentar a alma e a mente com um bom reggae no Rasta Cafe (música ao vivo e ambiente sensacional) com nossa amiga das terras ludovicenses Verônica Ferreira que não parava de falar que precisava de um reggae.

Essa foto marcou nossa despedida de Chiang Mai. Porque será que tá todo mundo tão sério? Rs

Chiang Mai - Rasta Cafe
Despedida de Chiang Mai no Rasta Cafe

#4 Chiang Rai por um dia

Chiang Mai possui mais de 300 templos e possuem as mesmas características de construção. Chiang Rai é uma outra cidade muito próxima a Chiang Mai que também possui templos a serem visitados, vila das mulheres girafas e a tríplice fronteira de onde pode observar Laos e Camboja.

Muitas pessoas acabam fazendo um bate-e-volta de Chiang Mai mas preferimos passar duas noites e aproveitar um pouco mais do que a região tem a nos oferecer.

Apesar das centenas de templos que visitamos, o Templo Branco e o Templo Azul ainda conseguiu nos surpreender (e muito!) positivamente.

Chiang Mai - White Temple
Ah, guria! Presta atenção. Só te olho! Templo Branco em Chiang Mai.

#5 Mais um pequeno paraíso chamado Koh Lipe

Voamos de Chiang Rai (extremo norte da Tailândia) para Hat Yai (extremo sul) para visitarmos uma das mais famosas e lindas ilhas da Tailândia.

Apesar de todo o sufoco de maré mega agitada e chuva na ida para Koh Lipe de speed boat, a ilha nos surpreendeu com as águas cristalinas mesmo no período de chuva e baixa temporada. Outro ponto interessante é a proximidade com a ilha de Langkawi que pertence a Malásia e que é possível até fazer um bate-e-volta.

Koh Lipe - Tailândia
Sol na baixa temporada, água cristalina e praia exclusivamente nossa!

#6 Bye bye Asia – Go Europe

Depois de 7 meses maravilhosos pelo sudeste asiático, hora de voar para o último continente desse primeiro projeto. Fizemos uma curta conexão em Estocolmo, Suécia, e voamos para Madri, Espanha.

Ficamos 2 dias inteiros pela cidade que nos encantou pelas construções, opções de comidas e lazer. No segundo dia acabamos praticamente repetindo o que fizemos no primeiro dia. Se é bom, por que não repetir, né?

Qual o melhor? Madrid ou Barcelona?

Uma pergunta bem difícil. Cada uma com suas peculiaridades mas fico com Madrid. =)

Templo de Debod - Madrid
Visitando o Templo de Debod, um presente egípcio.

#7 Reencontro com velhos amigos em Porto, Portugal

Ok. Puxa o freio de mão novamente. Chegamos em Porto no dia 06 de outubro onde passaremos um pouco mais de 30 dias. Tempo para voltar a colocar as atividades em dia e, principalmente, matar a saudades dos nos grandes amigos brasileiros Carol e Gairo Garreto.

Tivemos o privilégio de já ser recebidos com churrasco e cerveja pelos colegas de classe de Carol e conhecer outra viajante mundial Alynne Almeida, dividindo muitas experiências e sonhos. Foram quase três dias de muita diversão e gargalhadas. Valeu mAlynne! <3

Família Pamda Brazil em Portugal
Gangue brasileira reunida em Portugal!

Sinceramente, nossos dias parecem ser muito mais movimentado do que realmente são. Rsrs.

Que acharam das fotos e dos momentos?

Quais as dicas vocês têm para Porto e para as outras cidades de Portugal?

Abraço do Pamda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *