Dirigir no Exterior – A tal carteira de motorista internacional

Mais uma pendência riscada da lista!

Quando viajamos, gostamos muito da mobilidade que um carro fornece em alguns destinos. Por isso, temos planos de alugar um de vez em quando. Já viajamos bastante de carro, dentro e fora do Brasil e, na realidade, nunca precisamos da PID – Permissão Internacional para Dirigir. Acontece que há tantas informações desencontradas – precisa, não precisa, só precisa se for ficar mais de 3 meses- que resolvemos tirar a carteira e ficar mais despreocupados.

O timing foi certinho, já que o Reis precisava renovar a carteira de motorista esse mês e a PID tem a mesma validade que a carteira brasileira. É bem simples de tirar, basta ir ao Detran, pagar a taxa e buscar alguns dias depois. O custo foi de R$182,00, além do valor normal da carteira que foi renovada. Como nossa ideia é viajar bastante e acabamos de renovar a carteira de motorista, achamos que vale a pena.

E você, já precisou apresentar a PID em algum país? Conta pra gente!

Renata Marques

1 comment

  1. A carteira de habilitação Brasileira e aceita em grande parte dos países, principalmente naqueles em que não há necessidade de visto, ou seja, enquanto turista você pode ficar até 3 meses. Após esse tempo há a necessidade de substituição pela carteira do país, porque eles consideram que depois de 3 meses você não é mais turista e sim, residente. Usei a minha CNH por 3 meses depois troquei pela carta de condução Europeia que vale até eu completar 50 anos (2035)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *