Resumo de gastos em fevereiro: Segundo mês na Nova Zelândia

Amigos, se teve algo que nós aprendemos da Nova Zelândia foi: Eita país caro para viver!  Nosso gasto só não foi maior porque conseguimos abençoadas diárias “grátis” através do Workaway. Além disso, apertamos os cintos e fizemos muitas de nossas refeições em casa. Ainda assim, não foi fácil passar pelo mês de fevereiro sem esvaziar nossa reserva da viagem.

Resumo de gastos da viagem

Mais um mês na Nova Zelândia e, consequentemente, de gastos altos. Mesmo com nossos esforços em economizar, ainda gastamos mais que no mês de janeiro – boa parte porque ficamos menos dias trabalhando com hospedagem gratuita. Embora não exatamente relacionado à viagem, um outro custo grande que tivemos esse mês foi o pagamento da anuidade escolar de Joyce. A partir desse mês, decidimos também mostrar aqui os custos com nossos negócios atuais.

resumo de gastos em fevereiro - quanto custa viajar por um ano

Anuidade escolar (R$ 9.571,14)

Como já fazemos há 7 anos, pagamos a anuidade em uma única vez para conseguir um BOM desconto. Para a contratação da escola americana Calvert School não foi diferente. Conseguimos um desconto de 25% para pagamento único, o que nos deu uma economia de aproximadamente R$ 2.500,00. O valor da anuidade saiu praticamente equivalente ao que pagávamos na escola em que ela estudava em São Luís.

Negócios (R$ 283,80)

Nessa área entram as despesas de hospedagem do site, impostos da empresa, mensalidade do pacote dos programas que utilizamos para edição de fotos e vídeos (Pacote Adobe).

Gastos relacionados à viagem (R$ 12.544,89)

Nosso maior gasto do mês foi com transporte, sendo que quase 30% do valor na verdade se refere à passagens aéreas para os meses seguintes. Em segundo, veio hospedagem – que de fato é muito cara na Nova Zelândia. Alimentação, em terceiro, não foi maior por termos preparado nossas próprias refeições em grande parte dos dias. Na outra ponta, gastamos apenas R$205,00 em passeios, pois nosso roteiro na campervan não passou por grandes cidades.

Transporte/deslocamento (R$4.333,08)

No mês de fevereiro, alugamos uma campervan pelo esquema de relocação de veículos. As 7 diárias da campervan + combustível para rodar 720km saíram R$2.172,57. Além disso, compramos as passagens Indonésia-Malásia (voo em 30/03) e Malásia-Tailândia (voo em 25/04).

  • Aluguel de carro/campervan R$1.670,31
  • Avião R$1.481,11
  • Combustível R$502,26
  • Ônibus R$337,50
  • Público R$247,50
  • Táxi R$35,00
  • Uber R$59,40

Hospedagem (R$3.933,47)

Foram somente 17 diárias pagas, pois ficamos 11 dias hospedados no local onde trabalhamos pelo Workaway. Uma dessas diárias, tivemos nosso “dia de rico”, nos hospedando no Mercure de Queenstown.

  • Apartamento alugado  R$848,00 (3 diárias)
  • Camping site R$680,00(6 diárias)
  • Hotel comum R$800,79(2 diárias, sendo uma referente a janeiro)
  • Hotel com cozinha R$1.604,68(7 diárias)

Sendo ricos no Mercure QueenstownSendo ricos na jacuzzi no Mercure Queenstown

Alimentação (R$2.515,29)

Esse custo de alimentação foi fruto de um grande esforço de economia nos supermercados! Em restaurantes, tivemos alguns “luxos”como um jantar no Mercure (R$316,00), lanche no Fergburger (R$120,00) e um lanche mixuruca numa cervejaria (R$118,00). Nosso maior gasto em guloseimas foi com “berries”. Compramos um sacão de morangos e amoras que fizemos deliciosos sucos. <3

  • Supermercado 1.258,57
  • Restaurante/Lanchonete 954,22
  • Barzinho 187,50
  • Guloseimas 115,00

Outros (R$1.558,05)

Grande parte dos gastos nessa categoria foram com nosso seguro viagem/saúde, para os meses de fevereiro a junho.

  • Seguro viagem R$794,22
  • Correios R$6,75
  • Gorjetas R$7,50
  • Internet R$100,00
  • Poker R$462,50
  • Taxas bancárias+seguro+previdência R$187,08

Passeios (R$205,00)

Fizemos passeios somente na cidade de Dunedin, onde visitamos um castelo e a fábrica de chocolate da Cantebury. Por isso, gastos baixos nessa categoria.

Receitas (R$943,95)

Nossa receita esse mês, basicamente se resumiu ao recebimento do aluguel do nosso apartamento. Uma pequena parte é referente a ajuste cambial do pagamento do cartão de crédito.

Balanço

Como gastamos bem mais do que recebemos no mês, precisamos retirar dinheiro da nossa reserva da viagem. Por isso, adicionamos aqui o valor do saldo. Para quem não lembra, reservamos R$40.000,00 antes de sairmos do Brasil e esse valor estava em R$42.192,58 devido aos rendimentos.

Total gasto com a viagem no mês: R$12.544,89
Total por pessoa no mês: R$4.181,63
Receitas: R$943,95
Receitas – despesas = -R$11.600,94 (retirado da reserva)
Saldo da reserva da viagem= R$31.589,59
Gasto total com a viagem até o momento para 3 pessoas: R$50.822,76.

Obs.: O resumo financeiro leva muito tempo para sair pois esperamos fechar a fatura do cartão de crédito para ter certeza de que nenhum gasto ficou esquecido. Por isso, resolvemos mudar o formato dos nossos resumos. Faremos o resumo financeiro separado do resumo dos principais acontecimentos do mês. 🙂

Renata Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *