Por que decidimos agir AGORA?

“Gente, mas porque essa mudança assim? Do nada, PAH?”

Sabe quando você quer MUITO alguma coisa? Uma roupa, a TV dos sonhos, um iPhone X-New-Ultra-Generation? Já tivemos esses sonhos também e chegamos a conquistar alguns bens materiais. Mas vimos que, depois de algum tempo, todos acabam se tornando meio sem sentido. É uma busca sem fim por não se sabe o quê. Começamos, aos poucos, a acreditar que as pessoas seriam melhores se parassem de buscar o TER um mundo de coisas para buscar VER todas as coisas do mundo.

Começamos a pensar e medir cada ato e consequência a que nós somos submetidos diariamente. Por que você trabalha? Você é completamente feliz no seu emprego? Acorda empolgado numa segunda-feira? Você não acha que deixa muitos momentos passarem diante de nossas vidas? E que geralmente esses são os mais importantes? Como você se sente quando o seu trabalho te impede de ir ao médico, dentista ou numa apresentação na escolha do seu filho?

apresentação-de-escola-filhos
Trabalhei como engenheiro por 8 anos e os últimos 3 anos foram SENSACIONAIS profissionalmente falando. Recebi diversos elogios de várias pessoas que trabalhavam comigo. AMAVA o que eu fazia e o fazia de coração. Dedicava mais do que 12 horas por dia de trabalho, principalmente na época de entrega de obra. Geralmente isso incluía os sábados e, às vezes, domingo. Chegava na obra às 7h da manhã e quando retornava, por volta de 19h, ainda atualizava planilhas e respondia aquela enxurrada de e-mails.

Eu era um “menino novo” de obra e aceitei calado muitas coisas. Morava há mais de 400km da família e, pela empresa, eu não podia me ausentar da cidade nem durante os finais de semana. Eu precisava de uma autorização para ir a São Luís, numa festa familiar, por exemplo. Tinha que dar satisfação do MEU FINAL DE SEMANA. Desmarquei férias, viagens, folgas… Desmarquei compromissos com a vida. Em uma conversa com o meu chefe direto, ele me “autorizou” a ir para São Luís – desde que eu não postasse nada no Facebook para o que o chefe dele não ficasse chateado. Fui ficando saturado.

Ninguém merece passar por isso, mas, a maioria de nós se torna “salários-dependentes”. Temos medo de perder nossos empregos, infelizmente. E acabamos fazendo muitas “horas-bestas” e deixando de estar do lado das pessoas que realmente se importam com a gente.

momentos-em-familia
Chega um momento que você pára e começa a refletir. É isso que você quer para o resto da sua vida? Você vai esperar a aposentadoria chegar? Pra QUE? A vida passa num piscar de olhos e logo você não vai mais ter a “força” necessária para alcançar alguns sonhos.

Pois é, nós chegamos a conclusão que a vida estava passando e que não estávamos vivendo aquilo que gostaríamos. Por que então deixar para depois se a vida acontece AGORA? Tomamos a decisão de comandarmos nossas próprias vidas e deixamos de ser os tipos de passageiros que deixam a vida passar – e depois ainda reclamam que não tem mais tempo ou energia para realizar seus sonhos.

Decidimos sair da nossa ZONA DE CONFORTO para alcançarmos nossos objetivos. Ah, isso que estamos fazendo NÃO É FÁCIL. Nem de longe. Estamos dedicando muitas horas de nossos dias aos nossos negócios, nosso planejamento, para assim conseguir chegar lá!

Esperamos que, de alguma forma, tudo que te contamos até agora seja inspirador e te motive a dar aquele passo essencial rumo aos seus objetivos.

No próximo artigo vamos responder algumas dúvidas de nossos familiares e amigos. Por isso, deixe também a sua pergunta que teremos o maior prazer em responder!

Grande abraço,
Reis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *